Menu Principal

Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

Iniciamos com um questionamento: o preso que possui condições de...

2018 Crise prisional não superada

2018 Crise prisional não superada

Após um ano dos massacres de 2017 novas chacinas ocorrem em

  • CNJ Serviço: como é calculada a dosimetria das penas?

    CNJ Serviço: como é calculada a dosimetria das penas?

  • Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

    Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

  • A Execução da pena e a ressocialização do preso e a Análise do sistema prisional brasileiro e a falência da pena de prisão

    A Execução da pena e a ressocialização do preso e a Análise do sistema prisional brasileiro e a...

  • 2018 Crise prisional não superada

    2018 Crise prisional não superada

  • Taxa de ocupação dos presídios brasileiros

    Taxa de ocupação dos presídios brasileiros

  • Sema oferta curso em técnicas de viveiro e produção de mudas a apenados

    Sema oferta curso em técnicas de viveiro e produção de mudas a apenados

Mutirão concede 342 benefícios a presos de Ponta Grossa e Castro

O mutirão carcerário realizado nos dias 13 e 14 na Colônia Penal Agroindustrial do Paraná, em Piraquara (Região Metropolitana de Curitiba), analisou os processos dos presos das cadeias públicas de Ponta Grossa e Castro.

A checagem dos processos foi feita por meio do sistema do Tribunal de Justiça, sob a coordenação do juiz Moacir Dalla Costa. Os critérios para concessão de benefícios foram fixados entre o Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e do Sistema de Execução de Medidas Socioeducativas do Paraná (GMF-PR) e o juiz titular da Vara de Execuções Penais (VEP) de Ponta Grossa, Antônio Acir Hrycyna.

Foram concedidas 194 progressões ao regime semiaberto e 132 presos foram liberados (incluindo tornozeleiras eletrônicas e alvarás de soltura) em Ponta Grossa. Já em Castro, foram 12 progressões ao semiaberto e quatro presos liberados. Foram concedidos 342 benefícios ao todo.

Participaram do evento a promotora de Justiça Marla Lurdes de Freitas Blanchet, os defensores públicos Guilherme Daquer Filho e Henrique Camargo Cardoso e também os servidores do Departamento Penitenciário do Paraná.

O próximo mutirão carcerário está agendado para a semana de 10 a 14 de julho na Casa de Custódia de Piraquara (CCP), envolvendo presos das três Varas de Execuções Penais de Curitiba.

Fonte: TJPR
http://www.cnj.jus.br/noticias/judiciario/84992-mutirao-concede-342-beneficios-a-presos-de-ponta-grossa-e-castro

 

Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Visitas ao Site

339616
Hoje
Ontem
Esta Semana
Semana Passada
Este Mês
Mês Passado
Total de Acessos
233
190
423
335304
5113
11574
339616

Your IP: 54.225.38.2

Palavras do Presidente

Sistemas Penais

 

 

 

Joomla templates by Joomlashine