Menu Principal

O que são as audiências de custódia

O que são as audiências de custódia

          A audiência de...

Maranhão tem 431 detentos aprovados no ENEM

Maranhão tem 431 detentos aprovados no ENEM

      Por que Sergipe não adere a esse tipo de...

Presidiário critica em poema sistema prisional: 'Deturpa o cidadão'

Presidiário critica em poema sistema prisional: 'Deturpa o cidadão'

Peça foi entregue a promotora que fazia vistoria no complexo da Papuda.

Relatório de atividades 2014 - 2017

Disponibilizado Relatório de atividades referente aos anos de 2014 à...

Trabalho voluntário na Associação

Trabalho voluntário na Associação " Bom Samaritano"

Assistidos do CCEP-SE, realizaram um trabalho voluntário

  • O que são as audiências de custódia

    O que são as audiências de custódia

  • Maranhão tem 431 detentos aprovados no ENEM

    Maranhão tem 431 detentos aprovados no ENEM

  • Projeto que auxilia imigrantes venezuelanos vence Prêmio Conciliar é Legal

    Projeto que auxilia imigrantes venezuelanos vence Prêmio Conciliar é Legal

  • Presidiário critica em poema sistema prisional: 'Deturpa o cidadão'

    Presidiário critica em poema sistema prisional: 'Deturpa o cidadão'

  • Relatório de atividades 2014 - 2017

  • Trabalho voluntário na Associação

    Trabalho voluntário na Associação " Bom Samaritano"

Ressocialização: projeto fluminense aposta na educação há uma década

Integrantes dos programas Começar de Novo, Jovens Mensageiros, Justiça pelos Jovens e Pais Trabalhando participaram, no último dia 14, da cerimônia de encerramento do primeiro semestre das atividades do projeto “Estudar para Qualificar”, do Departamento de Ações Pró-Sustentabilidade (Deape) do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ). O projeto é uma ação complementar de preparação para o trabalho oferecida aos participantes dos programas de inclusão social geridos pelo TJRJ e coordenados pelo Deape.

No primeiro semestre, os participantes trabalharam o tema “A Paz”, por meio de leituras, filmes e discussões. Os alunos aplicaram os conhecimentos adquiridos em aulas a textos produzidos em grupo. No encerramento, foram entregues certificados de participação e lidos os textos produzidos.

O “Estudar para Qualificar” é desenvolvido por convênio firmado entre o Tribunal e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), com aulas no curso de extensão Oficina da Língua Portuguesa para cerca de 30 participantes dos projetos. As aulas são ministradas nas dependências da Escola de Administração Judiciária (Esaj), por graduandas e pós-graduandas do curso de Letras, sob a coordenação da professora Márcia Lisbôa, docente da Faculdade de Letras da UERJ.

A coordenadora do projeto, professora Márcia Lisbôa, ressaltou que nesses dez anos de atividade a parceria tem incentivado a formação de novas tecnologias de ensino da língua portuguesa, bem como tem criado novas perspectivas relacionais para os professores do projeto.

Fonte: TJRJ
http://www.cnj.jus.br/noticias/judiciario/84995-ressocializacao-projeto-fluminense-aposta-na-educacao-ha-uma-decada

Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Visitas ao Site

415127
Hoje
Ontem
Esta Semana
Semana Passada
Este Mês
Mês Passado
Total de Acessos
129
447
884
407900
7467
9708
415127

Your IP: 18.212.206.217

Palavras do Presidente

Sistemas Penais

 

 

 

Joomla templates by Joomlashine