Menu Principal

Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

Iniciamos com um questionamento: o preso que possui condições de...

2018 Crise prisional não superada

2018 Crise prisional não superada

Após um ano dos massacres de 2017 novas chacinas ocorrem em

Entrega de uma roçadeira à assistida

Entrega de uma roçadeira à assistida

        Foi entregue no dia 17 de agosto...

  • Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

    Progressão de regime e ausência de vagas no sistema prisional

  • A Execução da pena e a ressocialização do preso e a Análise do sistema prisional brasileiro e a falência da pena de prisão

    A Execução da pena e a ressocialização do preso e a Análise do sistema prisional brasileiro e a...

  • 2018 Crise prisional não superada

    2018 Crise prisional não superada

  • Taxa de ocupação dos presídios brasileiros

    Taxa de ocupação dos presídios brasileiros

  • Sema oferta curso em técnicas de viveiro e produção de mudas a apenados

    Sema oferta curso em técnicas de viveiro e produção de mudas a apenados

  • Entrega de uma roçadeira à assistida

    Entrega de uma roçadeira à assistida

Mutirão do Júri planeja julgar 150 crimes contra vida em Campos (RJ)

O corregedor-geral da Justiça do Rio de Janeiro, desembargador Claudio de Mello Tavares, o defensor público-geral, André Luis Machado de Castro, e o procurador-geral de Justiça do estado, Eduardo Gussem, acertaram detalhes do Mutirão do Júri, que será realizado em Campos de Goytazes a partir do dia 2 de maio, com o reforço de cinco juízes do Norte/Noroeste fluminense. 

Um total de 11 júris e 89 audiências serão realizados concluindo cerca de 150 processos. O mutirão será levado também a outros municípios do estado a fim de agilizar a conclusão de processos sobre homicídios e tentativas de homicídio, definiu a reunião no último dia 6.

Também participaram da reunião os juízes auxiliares da Corregedoria, Afonso Henrique, Leandro Loyola e Leonardo Grandmasson; os promotores de Justiça Somaine Lisboa, coordenadora do CAO Criminal do Ministério Público; Leila Costa, Patrícia Glioche e Vinícius Winter; e Emanuel Queiroz Rangel, coordenador de Defesa Criminal da Defensoria Pública.

Fonte: CGJ/RJ
http://www.cnj.jus.br/noticias/judiciario/84634-mutirao-do-juri-planeja-julgar-150-crimes-contra-vida-em-campos-rj

 

Direitos Humanos

Declaração Universal dos Direitos Humanos

Visitas ao Site

339953
Hoje
Ontem
Esta Semana
Semana Passada
Este Mês
Mês Passado
Total de Acessos
11
278
760
335304
5450
11574
339953

Your IP: 54.196.98.96

Palavras do Presidente

Sistemas Penais

 

 

 

Joomla templates by Joomlashine